9.7.11

Mais vida social




Recebi uma conta do Google+, a nova novidade do mundo das redes sociais. Ainda é cedo para ter uma idéia precisa da sua funcionalidade, já que a maioria dos meus amigos não o recebeu -- e, antes que eu pudesse convidá-los, a Google fechou a porteira, com medo de que o serviço crescesse mais do que ela pode administrar. Agora abriu novamente... mas quem é que tem disposição para encarar mais uma rede social?!

De minha parte, descobri que só consigo participar bem de uma ou duas, e mesmo assim às custas de um tempo enorme. No momento participo ativamente do Instagram, e um tanto menos ativamente do Twitter e do Facebook. Ao Linkedin vou uma vez por mês, se tanto, apesar da quantidade de emails que recebo dizendo que Fulano ou Sicrano querem ser meus amigos por lá. E, verdade seja dita, o número de pessoas que de fato me conhecem e que me procuram no Linkedin é maior do que nas outras redes.

Andei dando umas voltas do Google+. Como a essa altura já sabem todos, a sua maior novidade é a disposição dos contatos em círculos. Isso funciona muito bem. Ele já traz de saída um pequeno número de círculos básicos (Família, Amigos, Conhecidos – por aí), aos quais acrescentamos pessoas de acordo com categorias que nos parecem convenientes. Criei dois círculos adicionais, um para leitores, outro para pessoas que não conheço mas que escrevem sobre coisas que me interessam.

Ninguém sabe a qual dos círculos pertence na página dos outros, de modo que evitam-se mágoas desnecessárias e mal entendidos devidos a classificações de cunho prático. Quando entro no Google+ (que cria automaticamente um ícone na caixa do GMail), encontro as mensagens compartilhadas dos círculos que escolhi para o meu stream – por enquanto todos, porque um dos problemas do Google+ é que ainda faltam usuários suficientes para dar um caldo.

O sistema de círculos do Google+ é muito superior ao sistema de grupos do Facebook. É mais intuitivo e simples de usar. Assim que se acrescenta uma pessoa, ela deve ser incluída em um círculo específico. Isso facilita a vida do usuário na hora de separar o que quer ler e ver, e na hora de compartilhar idéias, fotos ou o que seja. Esses itens, aliás, podem ser compartilhados mesmo com amigos que não façam parte da rede social: eles passam a receber o que compartilhamos por email.

Outra ferramenta do Google+ que ganha do Facebook é o Hangout, onde se podem fazer videochats com várias pessoas ao mesmo tempo, ao passo que no Facebook é um por um.

O Google+ ainda está com uma interface mais limpa do que o seu principal rival. Se vão conseguir mantê-la assim são outros quinhentos, mas por enquanto a vantagem é indiscutível. Uma das coisas que mais irrita no Facebook é a quantidade de anúncios das páginas.

A vantagem imediata do Facebook é, além da familiaridade, a quantidade de usuários: todo mundo está no Facebook, a um ponto em que hoje estranhamos a ausência de alguém como, há algum tempo, estranhávamos quem não tinha email.

O  Google+ é, por enquanto, apenas a nova tentativa da Google de entrar na área das redes sociais. A empresa é dona do Orkut, mas este é um fenômeno esquisito que só funciona em dois ou três países. Tentou fazer sucesso com o Wave e com o Buzz, mas tudo o que conseguiu foi fazer onda com produtos que, afinal, não decolaram.

A nova ferramenta é mais bem pensada como um todo, tem muitas camadas a explorar e parece ter aprendido com as falhas das suas antecessoras e das suas rivais. Para sabermos se colou ou não, ainda vamos precisar brincar mais um pouco.

* * *

Um ótimo uso dos filtros que hoje se encontram à vontade para todos os sistemas de smartphones é dar um jeito naquelas fotos antigas, feitas nos tempos de resolução baixa. Como usuária de primeira leva de tudo quanto é equipamento, tenho algumas centenas de fotos do gênero, que pareciam milagres na época do lançamento das câmeras com que foram clicadas, mas são, hoje, praticamente inaceitáveis. 

Ressuscitei umas feitas em Moscou, com uma Kodak DC265 de 1.6 Megapixel, no já longínquo ano de 1999, e tasquei-lhes uns filtros por cima. Não é que ficaram bonitinhas?


(O Globo, Economia, 9.6.2011) 

14 comentários:

moni kr disse...

Afffe,eu fugi do orkut,mas muita gente do Brasil nao.Entao dou uma checada geral de x em qdo.Eu amo o facebook e nao dou conta de mais nada.Olho as fotos de vcs no Instagram q pensei ser como o Flickr.Agora vc me conta do google+,decidi assumir ser do século passado.Tudo isso e´muito para minha cabeca.

moni kr disse...

Ah, a única coisa chata pra burro aqui no novo sistema e´a leitura dos coments ser ao contrário do F&D.Nao me acostumo de jeito nenhum em ter q ir la´pro fim da lista ver as novidades.

eugenio disse...

Rede social, que diabo é isso? Como potiguar e informata, minha única rede é pra dormir um sono particular.

http://www.literal.eng.br

Turquezza disse...

Entrei tem pouco tempo no Facebook. O Google+ parece ser mais prático, mas agora não quero, não tenho tempo para tanta coisa rsrs
E tenho preocupação de o Google+ falhar de vez em quando igual ao Blogger, já pensou que problemão?
Fica para o futuro .......

DouG_FannY disse...

Gostei mto do Google+, por hr o ponto fraco é a quantidade de pessoas lá, tentar convencer seus amigos a ter uma nova rede social tbm não é tarefa fácil...

Mas o fato é que como sou tester de software tenho que pelo menos testar essas novidades...

Tanto o aplicativo qto a página web colocam os do facebook no bolso... achei melhor que o twitter pq ja aparece as fotos postadas no stream.

Lilly disse...

Há muitas redes sociais para pouco uso. Do Orkut, fugi faz muito tempo. Tenho o F&B para trocar (às vezes) figurinhas com amigos e parentes distantes e, principalmente, ver o crescimento das crianças e dos bichinhos.
Como não tenho Nextel, em caso de necessidade, falo com minha família (quando fora do Brasil), pelo Skype. Faço também ligações internacionais por ele. Acho prático.
Para utilizar tudo, é necessário um montão de equipamentos e muito tempo. Além, claro, de $ pra comprar toda a parafernália.

Eu, hem???

Tom Taborda disse...

Corinha: seu talento fotográfico independe de MegaPixels!

x-x-x-x-x-x-x-x-x

Qto às Redes Sociais:

como sou marxista da linha Groucho, minha resposta é:"Please accept my resignation. I don’t care to belong to any club that will have me as a member" :)

Como um sujeito anti-social, não faço parte de nenhuma 'Rede Social' (este blogtequim me basta e supre completamente esta função virtual, hehehehe)


E o tal do Linkedin é um detestável e insistente spammer; arre!

Marise disse...

Tomzinho,
Ainda bem que por aqui você aparece. Seria uma grande perda não ter um contato com você, mesmo que virtual, mesmo que eventual. Você é uma pessoa especial que conquistou um enorme pedaço do meu coração! Te quero muito e tenho muito orgulho de poder ser sua amiga! ;-)

claudiorubio disse...

essas redes sociais cansam. e fracassam sempre no mesmo ponto: são incapazes de fazer com que as novidades as esvaziem.

a cada nova bobagem que se lança na web, migram para lá todos aqueles que juravam amor eterno pela rede social anterior.

e o que se vê é a eterna repetição das mesmas coisas.

se as pessoas fossem um pouco mais fiéis a alguma ferramenta a ponto de fazê-la evoluir, haveria uma sociedade verdadeira na rede.

concordo com o Tom: um bom sistema de comentários, num bom blog, é uma ferramenta suficiente para mobilizar uma verdadeira rede social no espaço virtual, passando o tempo, independente dos modismos.

mas o caminho na internet é outro, poluente, predador, gerador de páginas perdidas aos montes.

DouG_FannY disse...

Saudaded do falou e disse...

Esse aqui está sempre com problemas

vabr disse...

claudiorubio, vc disse tudo!!Cansamos do ORKUT, vamos cansar de outros, mudamos, cansamos do outro tambem, e cada um deles vai ficando cada vez pior!
Cora, sei que não me foi pedido opinião; mas aquele sitema de comentários que aparececeu logo após o F&D era bem melhor que esse.
Um bom Domingo pra vc !!!

vabr disse...

claudiorubio, vc disse tudo!!Cansamos do ORKUT, vamos cansar de outros, mudamos, cansamos do outro tambem, e cada um deles vai ficando cada vez pior!
Cora, sei que não me foi pedido opinião; mas aquele sitema de comentários que aparececeu logo após o F&D era bem melhor que esse.
Um bom Domingo pra vc !!!

Carlos Emerson Jr. disse...

Mas assim é a internet, vem em ondas. Mas não há como negar, as redes sociais são divertidas e úteis. Não sei se o Google vai emplacar mais essa tentativa, acho que não é bem a praia deles.

Enfim...

Anônimo disse...

Cansei .. é muita coisa para acompanhar .. O Orkut uso para tirar alguma duvida, exemplo: Comunidade do Iphone sempre tem dicas de como resolver alguma coisa, serve para duvidas.. O Facebook é muita exposição pessoal, é impressionante como as pessoas gostam de se expor. O twitter acho útil para informações "instantâneas" do tipo transito, falta de luz .. etc .. Tem os blogs que gosto de ler, enfim .. é muita coisa ..